tema livre

Você nunca está realmente preparado pra essas duas palavrinhas. Ou será que sou só eu, a diferentona?

tema livre-diferentona

Esses dias eu precisei fazer uma redação de tema livre.

Aí, considerando que eu precisava realmente escrever aquele texto de forma compreensível, com lógica, coerência, começo, meio e fim, essas coisas, resolvi dedicar vários minutos do tempo disponível para pensar sobre o que escrever no tema livre, afinal, né? Escolher sobre o que escrever quando se pode escrever sobre qualquer coisa diz muito sobre você.

Ah Marta, você tem um blog, não deve ter dificuldades, você já não escreve sobre o que quiser aqui? Bem. Sim e não. Mais sim do que não, mas às vezes rolam uns bloqueios justamente por conta dessa liberdade toda. Acho a gente não sabe muito bem como lidar com esse negócio de liberdade. A gente trava. Eu, por exemplo, tô travada nesse “a gente trava” já tem algum tempo.

Respondi o restante da prova que estava fazendo sem maiores delongas. Fingi que o tema livre não estava mais lá, tinha sumido. Que, assim, de repente, tinha realizado que tava sobrando naquele caderno de questões e ido embora. Perguntas objetivas, discursivas, ficha de cadastro, tudo. Era só isso mesmo? Não, infelizmente. A folha do tema livre continuava lá. Coragem. Só pode ser brincadeira, né? Nessas alturas do campeonato eu enroscar aqui. No tema livre. Na redação. Justo eu, que sempre tive orgulho das redações que fazia no colégio. Aliás, sdds colégio.

tema livre-colégio

Respirei fundo, peguei a lapiseira e virei a página pra começar um rascunho no verso não pautado. Tema livre, ok, a gente encara, é da vida. Agora, folha pautada pra escrever assim, de primeira, cê já tá abusando. De quinze a vinte linhas. Respira, Marta. Pensa direito. E nada.

Meu pensamento fixado era o que o tema que eu escolheria seria capaz de dizer sobre mim ao meu avaliador. Será que vai ter um diagnóstico? Um CID novo pra minha pequena coleção? E se o avaliador achar que eu não tenho condições psicológicas, técnicas ou gramaticais de escrever sobre o tema? Que tema, Marta? Não sei, qualquer um. E se o avaliador discordar do que vou escrever? Será que devo escrever sobre alguma polêmica ou é melhor um tema, assim, mais esterilizado? Existe isso? Quem será esse avaliador? Será que tem critérios objetivos de correção? E isso lá existe?

Esse tipo de momento acontece muito na minha vida. Eu paraliso e a única coisa que o mundo é capaz de ver se olhar pra mim nessa hora é o gif da panqueca. Mas, lá dentro, no centro de controle da minha cabeça, encontra-se O Absoluto Caos De Todas As Possibilidades.

tema livre-fear.gif

Corta. Essa história já aconteceu faz um tempo. Mas ela voltou essa semana, por vários motivos. Um deles, esse bloqueio sobre o que escrever. Eu poderia só não publicar nada, mas eu sei que a primeira sexta que eu pular vai ser o fim de tudo. Tão catastrófica quanto certa essa afirmação. Essa cabeça ansiosa e seus cenários de apocalipse, uma receita que não falha nunca.

Insisto, então. E, pra tentar dar foco pra esse texto – que ainda não tem muita cara de texto – eu fui ler recomendações da internet para escrever redações de tema livre. Se tá na internet é verdade, né? “Pode ter certeza que sua redação com tema livre será um sucesso se você fizer tudo o que indicamos”, disse o artigo. Título: Como fazer uma boa redação de tema livre?

O texto é um compilado de diversas sugestões de assuntos para escrever quando o tema for livre. Ora. Parece que temos um Sherlock Holmes aqui. De novo. Não é exatamente o que eu falei lá no começo? O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade? Acho que não temos a capacidade de lidar com a liberdade. Precisamos viver em estado de servidão – nem que seja a um site que sugere temas para tema livre – para que nossa vida tenha algum sentido, algum propósito. Mas vamos segurar esse raio problematizador um pouco, né? Afinal, pode ser que meu avaliador ache que eu não tenho as credenciais pra falar de servidão voluntária aqui.

aaron-burden-123584.jpg

Consegui fazer minha redação. Passei no processo seletivo. Viajei. Voltei. Comecei no novo emprego. Combinei, ontem, de almoçar com as pessoas do trabalho em um restaurante hoje.

“Marta, como você vai almoçar com a gente pela primeira vez, pode escolher o restaurante.”

Tema livre. Reloaded.

tema livre-reloaded

 


4 comentários sobre “tema livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s