esc.

Eu tinha alguns planos pra primeira sexta feira do ano por aqui.

alesia-kazantceva-364341.jpg

O principal deles envolvia um texto em que eu iria falar sobre o Brasileiro, muito porque estou viajando e, convivendo com gente que fala a mesma língua que eu em viagens, escuto muito sobre esse ser: o Brasileiro. Era um bom plano, me pouparia um tempo de viagem, porque é um textão que tenho meio pronto no Mundo das Ideias.

Só que planos, né? Aquilo que a gente faz pra que a vida venha e mostre pra gente que não temos controle nenhum sobre nada.

Ontem eu recebi um e-mail.
Mas, Marta, por que você tá vendo seus e-mails nas férias?
Foi sem querer. Bati o dedo no aplicativo e abriu.

Antes de viajar eu mandei minha inscrição pra mais um curso na Escola da Escrita – eu não tava sabendo direito como lidar com o fim do curso de filosofia, não. Sou apegada, né? Vocês sabem.

É que a Escola da Escrita ganhou meu coração no ano passado (ainda é esquisito dizer ano passado). O Curso Livre de Filosofia e Literatura foi, de longe, a decisão mais acertada do meu dois mil e dezessete.

Lá na Aula Um, quando o professor perguntou quais eram nossas motivações pra fazer um curso como aquele, eu fui uma das últimas a responder. Lembro que – no modo pura ansiedade de meldelsdocéu o que eu vou dizer agora – ouvi coisas como “preciso mudar de assunto”, “me interesso pelos temas e pelas leituras indicadas” e “já fiz um curso aqui antes”. Eu não sabia direito o que dizer – se vocês bem lembram, a decisão tinha sido tomada uns dois dias antes e eu não tinha tido o tempo de refletir demoradamente sobre minhas razões.

Mas quando chegou minha vez, a resposta veio naturalmente, um pouco sem filtro: Me inscrevi porque quero saber como é fazer um curso livre, disse eu.

joshua-earle-234343

E soube.

Não há obrigações em um curso livre.

Você lê a obra indicada se quiser, você procura outros pontos de vista sobre o tema em debate na semana se quiser, você tatua uma frase do livro que leu e te marcou de um jeito sem precedentes se quiser. E eu quis. Quis tudo.

Sim. Estamos falando de uma nova tatuagem. Uma que já foi feita. Não foram anos de reflexão. Foram dias. Ainda falaremos sobre Bartleby – aquele que prefere não fazer – aqui. Não hoje, mas a gente vai ter essa conversa. Em breve. Por agora, prefiro não.

i would
“Sério?! Essa escola de escrita te impactou mesmo! E agora é assim numa quinta lê o conto, na terça fala sobre ele e no fim de semana eterniza? Tô pasma!”, disse Pérola, formada em Marta há dez anos e que jamais tinha visto uma decisão como essa, tão definitiva, ser tomada assim, de um jeito tão… Veloz.

Não tem outra palavra pra isso. Foi mais ou menos assim – nesse nível – que a Escola da Escrita me sacudiu.

E aí, sem estar preparada para me soltar da Esc., resolvi quebrar as regras – pois é, pega essa! – e participar de um processo seletivo para o qual eu nem estava devidamente apta por não cumprir com todos os requisitos. Vai que, pensei eu. E foi.

Recebi um e-mail. Ontem. Um e-mail que disse: Marta, deu boa. Volta aqui pra Esc.

Eu volto.

É só você fazer assim que eu volto, já diria aquela música do Luan Santana

Captura de Tela 2018-01-05 às 18.30.03

Esse dois mil e dezoito – esse ano promete. Aguardem.

Stay tuned.

esc


Um comentário sobre “esc.

  1. Como diria o Marco, nossa lição de 2018: planejar é perder tempo! A vida flui e nos leva pros caminhos necessários, e sério, você precisava descobrir esse lugar que é o teu número, com tantas referências e notas de rodapé que só você iria entender. Agora você é livre pra ler cinco livros por semana,e ter vários grupos e caderninhos! Maravilhoso! Que seja feliz e livre esse 2018!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s